BERA ou PEATE

Atualmente conhecido no Brasil como PEATE (Potenciais Evocados Auditivos de Tronco Encefálico), é um exame que avalia a atividade eletrofisiológica do sistema auditivo, desde o momento em que o estímulo sonoro chega ao nervo auditivo até o mesencéfalo. É bastante utilizado na prática para diagnóstico da surdez infantil, afecções do nervo auditivo e tronco encefálico (inflamações, tumores, degeneração, consequências de traumas) e auxílio ao diagnóstico de alguns tipos de tontura. Como é feito: realizado em ambiente silencioso, com o paciente deitado em posição relaxada. São colocados eletrodos de superfície no rosto e nas orelhas do paciente e os estímulos são apresentados por fones de ouvido.
Duração média: 30 minutos.

Recomendações: Não é necessária a sedação. Para crianças abaixo de 5 anos e pouco cooperativas, realiza-se o BERA COM SEDAÇÃO.

É necessário realizar limpeza da pele no local onde serão colocados os eletrodos, portanto, recomenda-se não utilizar maquiagem nem cremes no momento do exame. Realizado por fonoaudióloga especializada.